Homepage

  • Falta de reservas marinhas e sobrepesca nos Açores preocupam organizações ambientais
    30 novembro 2021
    arrow
    arrow
  • 25 organizações açorianas, que se dedicam à proteção do oceano, reuniram-se no passado sábado.
  • Na sequência de um encontro no âmbito da COOL Açores - Convenção das Organizações para um Oceano Limpo, promovido pela Fundação Oceano Azul, com o apoio do Programa Blue Azores, cerca de 25 organizações açorianas que se dedicam à proteção do oceano reuniram-se no passado sábado, na ilha de São Miguel, para mais um encontro.

    A iniciativa visou “facilitar a troca de conhecimento e a partilha de experiências entre as diferentes organizações, debater os grandes desafios atuais e futuros que o mar dos Açores enfrenta”, bem como “aumentar a capacidade de participação destas organizações em consultas públicas”.

    Desse encontro as organizações concluíram que sobressaem duas preocupações em relação ao mar dos Açores: a sobrepesca e a “falta de implementação” de reservas marinhas que permitam a recuperação dos ecossistemas.

    Perante este cenário, João Rosa, da Associação Ecológica Amigos dos Açores, manifestou a vontade de “colaborar com o que for necessário para atingir os objetivos propostos”.

    O secretário regional do Ambiente e das Alterações Climáticas, Alonso Miguel, que participou no evento, disse que “só com a aplicação de medidas de prevenção e de gestão de resíduos adequada se pode reverter os impactos causados ao nível da poluição marinha, sobretudo no que se refere aos microplásticos, que são encontrados em quantidades cada vez maiores nos oceanos e que provocam efeitos devastadores nos ecossistemas”.

    “Ora, contrariar esta realidade implica um trabalho ao nível da monitorização e fiscalização, mas acima de tudo a nível da contínua promoção de iniciativas de sensibilização ambiental para os impactos desta problemática e para a importância da gestão adequada de resíduos”, referiu Alonso Miguel.

    Já Sofia Garcia, da Direção Regional dos Assuntos do Mar, disse que “cada vez mais é necessário trabalhar todos em conjunto por um objetivo comum, a preservação e conservação dos oceanos”.

    A responsável considerou que é "muito importante que cada vez mais sejam dinamizados eventos como o COOL Açores, porque só assim se consegue juntar as diferentes entidades/organizações que se preocupam por questões como o lixo marinho e focarem-se em arranjar soluções efetivas.”

     

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • mar
  • Açores
  • sobrepesca
  • Reserva Marinha
  • Portugal
  • Natureza
  • Meio Ambiente
  • Ecossistema
  • Biodiversidade marinha
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
janeiro 27
Kikas: 'O cut a meio da época causa nervosismo e ansiedade. Primeiro, quero ultrapassar esta fase'
janeiro 27
ISA anuncia datas do Mundial Júnior de 2022
janeiro 27
AESP: Certificado de Qualidade de Escolas de Surf continuará a ser atribuído em 2022
janeiro 27
Praia da Rocha acolhe estreia da Algarve Surfing Cup
janeiro 26
Dr. Bernard Surf Center vai receber 2º Curso de Treinadores de Surf Grau I
janeiro 26
Jessi Miley-Dyer: 'Os surfistas deram bom feedback à inclusão de El Salvador no CT'